CONHEÇA 10 DESTINOS DE VIAGENS ESPECIAIS PARA AS MULHERES
22 de março de 2018
SAIBA COMO FICAR CONFORTÁVEL DURANTE AS LONGAS VIAGENS DE AVIÃO
4 de abril de 2018

Se você resolveu viajar com as crianças no próximo feriado e o avião é o meio de transporte escolhido, alguns cuidados precisam ser levados em consideração antes do embarque. Confira as dicas valiosas que preparamos para você se organizar:

Preste atenção na idade da criança
Embora cada companhia aérea defina o tempo de vida mínimo que a criança deve ter antes de embarcar, a recomendação é que bebês com menos de dois meses não façam viagens de avião. Além da pressão, bebês muito novos ainda estão desenvolvendo o sistema imunológico e a aeronave por ser um local fechado pode facilitar a transmissão de algumas doenças.

Documentação exigida
Não importa a idade da criança, para voos internacionais o passaporte é indispensável. No caso de viagens na companhia do pai ou da mãe, é necessário ainda uma autorização com firma reconhecida do genitor que não vai embarcar. Já para voos nacionais, a certidão de nascimento ou RG são suficientes na hora do embarque.

Cuidado com a bagagem de mão
Viajar com filhos muito pequenos exige uma bagagem de mão para qualquer tipo de imprevisto com roupas extras, alimentos, além de brinquedos e livros para distração das crianças. A dica, no entanto, é não tornar a mala de mão muito pesada e prestar atenção também nas medidas permitidas para o embarque.

Fique por último na hora do embarque
Embora pessoas com crianças de colo tenham preferência na hora de entrar no avião, o ideal é que o embarque seja feito apenas depois de todo mundo por uma razão bem simples: quanto menos tempo a criança ficar dentro do avião, menor a chance de ela se irritar. Se tiver um acompanhante viajando junto, ele pode embarcar na fila prioritária e acomodar as malas antes.

Atenção na decolagem e aterrissagem
Os bebês principalmente podem sofrer mais nos momentos da decolagem e do pouso do avião por conta da pressão no ouvido. Se o bebê ainda mama no peito, a sucção pode fazer com que ele se sinta mais confortável, a mamadeira ou a chupeta também ajuda a aliviar a pressão.

Deixe o ambiente confortável
Uma boa maneira de deixar o ambiente o mais confortável possível para os pequenos é diminuindo a luminosidade. Com a luz mais fraca, as chances de a criança pegar no sono com mais facilidade aumentam.

Acomodação durante o voo
Dependendo da companhia aérea, um bercinho especial pode ser solicitado antes do embarque para os bebês. Para as empresas que não disponibilizam de tal serviço, levar uma almofada pode ser uma estratégia para deixar a criança mais confortável no colo ou no próprio assento. Para quem comprou a passagem para a criança, o bebê conforto também pode ser acomodado no assento.

Missão: trocar a fralda
Normalmente os banheiros dos aviões dispõem de trocadores, mas no caso da aeronave não ter um local reservado para tal missão, é possível solicitar ajuda da tripulação para trocar a criança. O comissário de bordo pode, por exemplo, arrumar uma poltrona mais confortável e reservada.

Carrinho de bebê é bagagem?
É possível usar o carrinho de bebê até o momento do embarque, que é quando os funcionários da companhia recolhem esse tipo de objeto e o acomoda no compartimento de bagagens. Já na hora do desembarque, o carrinho pode ser retirado na porta do avião ou na esteira rolante. Os carrinhos normalmente não contam como bagagem.

Curtiu?
Deixe aqui embaixo o seu comentário e compartilhe esse artigo com quem você acha que precise 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *