INSPIRE-SE COM AS 10 PRAIAS MAIS BONITAS DO MUNDO
16 de novembro de 2017
10 CIDADES DO BRASIL QUE VÃO FAZER VOCÊ QUERER TIRAR FÉRIAS
30 de novembro de 2017

Um país de contrastes surpreendentes, o Chile tem maravilhas naturais que vão desde os altos picos vulcânicos dos Andes até as florestas que cercam os lagos, e uma mistura de arte e cultura na sua capital, Santiago do Chile, assim como nas cidades litorâneas.
Para aproveitar isso tudo, planejamento é fundamental.
Confira as dicas abaixo e saiba como se planejar:

1 – Para viajar para o chile é necessário um passaporte?
Felizmente, você, como cidadão brasileiro não precisa nem de passaporte nem de visto para visitar o Chile. Com apenas sua carteira de identidade (em bom estado e feita, preferencialmente, nos 10 últimos anos) você pode entrar e permanecer na condição de turista por até 3 meses.

2 – Quanto tempo é necessário para conhecer o Chile?
O país tem 4300 km de comprimento, por isso é necessário um bom tempo para explorar tudo, mas aproximadamente, 3 semanas são suficientes para ver os lugares mais interessantes, como:
Santiago do Chile e Valparaíso: 4 dias é o suficiente para ver as cidades e seus destaques principais.
Para ir a Ilha de Páscoa você precisa de cerca de 4 a 5 dias ou mais se você realmente quiser explorá-la. Os voos têm preços elevados e a viagem para a ilha é geralmente a parte mais cara das férias.
Para explorar os destaques ao norte do Chile você precisa de cerca de 8 dias. Apenas para San Pedro de Atacama você deve reservar pelo menos 4 dias, uma vez que as distâncias são grandes e há muito o que se ver por lá.
Se além de passeios você gosta de fazer trilhas, esportes de inverno, caiaque ou outras atividades, você definitivamente precisa reservar um pouco mais de tempo.

3 – Você não fala espanhol?
Acontece que mesmo falantes de espanhol nativos têm dificuldade em compreender os chilenos. Mas, se você pretende viajar para o Chile, é altamente recomendado aprender pelo menos o vocabulário básico espanhol e, caso você não saiba, alguns aplicativos podem ser de grande ajuda, como:
Babbel
Mosalingua
Duolingo
Os chilenos são geralmente muito simpáticos e pacientes, mesmo se o seu espanhol não é perfeito.

4 – O Chile é um país seguro?
O Chile é um país muito seguro, principalmente no interior. Nas cidades menores você pode passear tranquilamente à noite.
Já em Santiago, como toda cidade grande, não só do Chile, mas do mundo todo, você deve tomar certos cuidados. Furtos de bolsas e golpes dos mais diversos tipos são aplicados em viajantes desavisados. Fique esperto.
Mantenha as bolsas e mochilas sempre com você;
Nos taxis, fale em voz alta o valor que você está entregando para o motorista no momento de pagar;
Leve seu dinheiro em pochete específica para viajante;
Os assaltos, mesmo aqueles à mão armada, são bastante raros.

5 – Como é o padrão de tomada chilena?
A tomada chilena é diferente das encontradas no Brasil. Lá, elas são de três pinos redondos (4mm de diâmetro). Geralmente, é possível encaixar as tomadas brasileira de dois pinos, mas as de três, não.
O ideal é levar um adaptador. E atente-se para a voltagem! No chile as tomadas são todas de 220 volts, e caso você plugue um aparelho que só suporta 110 volts, provavelmente ficará sem ele.
Hoje em dia, a maioria dos aparelhos e carregadores são bivolts, confira isso antes da viagem e procure no próprio aparelho se há a necessidade de mudar alguma chave para passar de 110 para 220 volts.

6 – O que provar da cozinha chilena?
Um dos ingredientes mais importantes na cozinha chilena é o abacate ou palta, e os pratos mais populares são: o asado ou parrilha (churrasco), empanadas (pastel assado com diversos recheios), completos (cachorro-quente), cazuela (sopa), e peixe (na costa e em Santiago).
Em relação às bebidas, você deve experimentar o drink mais famoso, o Pisco Sour, além do Pisco (semelhante a cachaça) e também o vinho tinto chileno, que é uma ótima escolha.
Se você gosta de cerveja, também irá encontrar algumas marcas boas – especialmente as do sul do país (“Austral” e “Kunstmann”).

7 – Pode tomar água da torneira?
Comparado com a maioria dos outros países, os serviços de abastecimento de água e de saneamento no Chile são diferentes pelo fato de que quase todas as empresas são privadas.
Esses setores são caracterizados por ampla acessibilidade e qualidade, sendo a água da torneira considerável própria para o consumo. Mas, por conter bastante sais minerais, você pode sentir diferença e preferir comprar água mineral.

8 – Como é a vida noturna e as artes em Santiago?
Santiago é o lugar da vida noturna no Chile, que gira em torno principalmente de:
Bellavista, que é repleta de restaurantes informais e cafés com música ao vivo.
Providencia, que é o lugar onde se concentra empresários e estrangeiros.
Nuñoa, que é o coração da cena underground da cidade.
Santiago também é bastante renomada por seus museus e belas artes. Enquanto muitos locais são apenas para apreciar as peças, o Museo Interactivo Mirador incentiva os visitantes (crianças e adultos) a participarem de suas exposições interativas. É uma opção de passeio ideal se você está viajando com crianças.
Além disso, como um dos epicentros da alta cultura na América do Sul, Santiago abriga muitos teatros. Locais com boa reputação incluem a Universidad Catolica, a Universidad do Chile e La Comedia. Para as apresentações clássicas de balé, ópera e concertos, vá ao Teatro Municipal, Teatro Oriente, Escuela Moderna de Música e Teatro Universidad de Chile na Plaza Baquedano.

9 – Como é o transporte no Chile?
O transporte público é confiável e acessível, especialmente em Santiago, sendo o seu metrô um dos mais modernos da América Latina. Além disso, há serviços de Táxi e Uber disponíveis nas principais cidades e vilas.
Voar de um lugar para outro é a forma mais rápida, e apesar de ser um transporte mais caro, compensa pela praticidade. Os ônibus noturnos são a alternativa mais barata, mas demoram muito tempo para chegar aos lugares mais distantes. Se quiser economizar a dica é viajar de ônibus à noite. Você pode dormir sem perder o dia viajando.

10 – Onde fazer compras?
O Chile tem uma infinidade de locais para se fazer compras. Os shoppings mais populares em Santiago são o Parque Arauco e Alto Las Condes. Além disso, a cidade de Vitacura é conhecida pela grande presença de lojas de luxo.
Para quem gosta de artesanato, algumas recomendações são as feiras de Santa Lucía, Feria de Arte Indigena, Bellavista e Los Dominicos, sendo este último uma vila inteira de lojas de artesanato.
Há também o mercado Persa Bio-Bio, de característica mais popular, e comumente comparado ao Paraguai e à 25 de março, em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *